O Dia da Mulher Negra e o nosso fórum sobre mercado de trabalho

No  dia 25 de julho, comemora-se o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-americana e Caribenha. A data  foi estabelecida em 1992 no I Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-caribenhas, realizado  na  República Dominicana, com o objetivo de  dar  visibilidade e reconhecer  a  luta das  mulheres  negras em  nosso continente.

Para celebrar  a data em 2015,  diversas   instituições estão  organizadas  com  o propósito de refletir  sobre temas  de  interesse  da  mulher negra: marchas,  debates, simpósios, seminários.  Também  com esse  pensamento, a  Pastoral Afro-Brasileira  da Matriz de  Santa Rosa de Lima promoverá no próximo domingo,  26 de julho, o Fórum Mulheres no mercado de  trabalho. Por que falar desse assunto? Porque a  legislação trabalhista brasileira passou pela aprovação de  emenda a  duas leis que afetam diretamente a  vida das  mulheres:

  • Emenda  Constitucional (PEC 72/13), que altera  a Lei  e  amplia  os  direitos dos  empregados  domésticos  (classe em  que  as  mulheres  negras são maioria);
  • Emenda  Constitucional (PEC 64/07), que amplia  a licença  maternidade de  120  para  180 dias.

De acordo com o IPEA (Instituto de  Pesquisa Econômica e  Aplicada), 21% das   mulheres  negras  são empregadas  domésticas e, desse  total,  apenas 23% têm carteira  assinada; entre  as  mulheres  é  expressivamente  maior. Negras  ou  não as  mulheres  estão sujeitas  à  mesma  legislação, mas é  preciso  que  todas  estejam  conscientes  de  seus  direitos  trabalhistas  e isso  só  é  possível com  acesso à  informação. Veja  abaixo a  nossa programação e  venha  participar do  nosso encontro:

10h30 –   Exibição de documentário sobre o  negro  no  mercado de  trabalho.

11h       –    Palestra 1:  PEC  das  domésticas –  O  que  muda  na legislação?

Palestrante: Thaís Mattos. Graduada em Direito pela Universidade Cândido  Mendes (UCAM).

11h 30   –   Palestra 2:  Mulher  negra e  mercado de  trabalho

Palestrante: Lilian Luiz Barbosa. Estudante de  Serviço  Social pela  Universidade Federal  do  Rio de Janeiro (UFRJ). Integrante do Coletivo de  Mulheres  Negras da  UFRJ.

12h     –     Palestra 3:  Relação de  trabalho e  educação

Palestrante:  Ilma Fátima  Valverde.  Diretora  da  Escola  Municipal Presidente Gronchi.

Forum1

Qualquer pessoa  pode participar do Fórum, mas  é  desejável  inscrever-se previamente, para que tenhamos uma  estimativa de  interessados. Para realizar  sua inscrição, por  favor, clique AQUI.

Anúncios

Deixe um comentário. Para saber se já o respondemos, marque a opção "Seguir comentários".

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s