Corpus Christi

Corpus Domini e Corpus Christi são expressões latinas  que representam   um  grande momento para os religiosos católicos; em   língua portuguesa,  elas  significam Corpo  do SenhorCorpo de  Cristo.  A festa de  Corpus  Christi foi  instituída em   1246 pelo Papa Urbano  IV e comemora  a  instituição  da  Santa  Eucaristia.

 

Quando o Papa  Urbano  IV instituiu o dia de  Corpus  Christi, pediu aos   fiéis  e  religiosos  que dele fizessem  uma grande  festa , com  luxo nos  paramentos, objetos sagrados  e nos   trajes  das pessoas. Na ocasião, São Tomás  de Aquino compôs um dos mais belos   hinos religiosos católicos  – Tantum ergo sacramentum.

Tantum ergo sacramentum

Veneremur cernui

Et antiquum documentum

Novo cedat ritui

Præstet fides suplementum

Sensuum defectui

Genitori, genitoque

Laus et jubilatio

Salus, honor, virtus quoque

Sit et benedictio

Procedenti ab utroque

Comparsit laudatio

 Tão  Sublime Sacramento

Veneremos curvados

E a antiga lei

Dê lugar ao novo rito

A fé venha suprir

A fraqueza dos sentidos

Ao Pai e ao Filho

saudemos com brados de alegria,

louvando-os, honrando-os, dando-lhes

graças e bendizendo-os

Ao Espírito Santo que procede de ambos

Demos os mesmos louvores

 

A festa de   Corpus Christi assemelha-se muito à celebração da  Quinta-feira Santa.  Enquanto a celebração de   hoje  é festiva e  o  povo  demonstra  seu   amor  à  Sagrada  Comunhão  por  meio da  elaboração de   lindos tapetes coloridos, aquela  realizada  na   Semana Santa pede-nos  recolhimento e  oração,  pois o   povo  de  Deus  prepara-se  para  rememorar  o mistério da Paixão do Senhor. Ambas,  no  entanto, fazem  a  Igreja  repetir a  instituição da  Santa  Eucaristia: “Este é  meu corpo;  tomai e  comei! Este é  meu  sangue; tomai e bebei!”.

Hoje, a memória da  origem dessa festa  para celebrar  o Senhor  é desconhecida  pela   maioria dos   fiéis; porém, a luxuosidade pedida no  século XIII ficou em  nossa  memória coletiva e as  cidades  do  mundo inteiro se cobrem  de  tapetes de  flores, sal, serragem,  borra de café, e tudo  o que possa  fazer uma   festa colorida.

WP_20150604_09_54_57_Pro[1]

Tapete elaborado pela comunidade da Matriz de Santa Rosa de Lima. Foto: Andréa Motta (04/06/2015).

Na missa de  hoje,  o  padre  Marcelo Villanova   lembrou-nos a  importância  da  comunhão eucarística  na  vida do cristão. Em  sua   homilia, lançou as  seguintes perguntas  à comunidade:  “Quantas  vezes  acreditamos  que  era possível ser  católico sem  a   intimidade com  Cristo,  sem  receber  a  comunhão? Não foi  nesse  momento que  tudo pareceu dar  errado?”.

Abaixo,  temos  o   vídeo da canção “Sacramento da  Comunhão”, de  Nelsinho Correa:

Se  não conseguir  visualizar  o  player,  clique  aqui.

Andréa  Motta  –   Membro da Pastoral Afro-Brasileira da  Matriz de  Santa   Rosa de  Lima.

Fontes de pesquisa:

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA. Petrópolis: Vozes, 1993.

CANÇÃO NOVA.  A origem da  festa de  Corpus  Christi.  Disponível em <http://formacao.cancaonova.com/igreja/doutrina/origem-da-festa-de-corpus-christi/>  Acesso em  4  jun.  2015.

Anúncios

Deixe um comentário. Para saber se já o respondemos, marque a opção "Seguir comentários".

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s